sexta-feira, 20 de outubro de 2017

PROGRAMAÇÃO METABÓLICA - UM PRESENTE ESPECIAL!





Programação metabólica é uma descoberta científica atual de que todo o evento que acontece com o ser humano em formação no ventre da mãe e nos primeiros dois anos de vida pode ter repercussões até em sua vida adulta. Por causa disso não existe fase mais importante para o desenvolvimento físico e mental do bebê do que os primeiros mil dias de vida (que somam os 270 dias da gravidez aos 730 dias até que o bebê complete dois anos de idade). Nesse período acontece o maior estirão de crescimento do ser humano, além dos maiores ganhos de habilidades neurológicas. Por isso esse período é fundamental para a formação de bons hábitos alimentares o que irá aumentar e muito as chances de seu bebê se tornar um adulto saudável.

A gravidez então, tem um impacto importante na saúde física e emocional do feto. Sabe-se, por exemplo, que a alimentação da mãe durante esse período ajuda a determinar o paladar e o olfato do bebê, uma vez que as nuances de sabor passam para o líquido amniótico. Em contrapartida, a influência de fumo, drogas e medicamentos pode ocasionar alterações no cordão umbilical que irão comprometer o suprimento sanguíneo, o desenvolvimento neurológico e a nutrição do feto. Além disso, a má nutrição materna pode causar alterações do embrião, da placenta e da vida pós-natal, através da regulação epigenética que pode passar entre as gerações. Esses prejuízos no fornecimento de nutrientes podem gerar danos funcionais irreversíveis em alguns órgãos do bebê em formação levando ao desenvolvimento de doenças como diabetes tipo 2, obesidade e síndrome metabólica na vida adulta.

Por isso, a nutrição fetal e nos primeiros dois anos de vida são de extrema importância para a formação de adultos saudáveis!


 Nesse cenário, algumas vitaminas e minerais ganham um enfoque especial, devendo ser adequadamente ofertados à gestante, à lactante e ao bebê quando da introdução da alimentação complementar:

Ácido fólico - imprescindível para a boa formação do tubo neural do bebê, evitando malformações como meningomieloceles, por exemplo. 
Vitamina D - aliada da imunidade e formação óssea do bebê, participa também da prevenção do diabetes gestacional, do parto prematuro e das alergias.
Ferro - mineral fundamental para prevenção da anemia e para o desenvolvimento neurológico do bebê. 
Iodo - também tem papel importante na maturação do sistema nervoso central e na lactação.
Ômega 3 - é um ácido graxo essencial não produzido pelo nosso organismo que participa da formação cerebral e tem influência no aprendizado, memória e capacidade intelectual. Auxilia ainda na prevenção da depressão pós-parto.
Zinco - aliado da imunidade materna e do desenvolvimento neurológico do bebê.
Magnésio - previne a pré-eclâmpsia e reduz o aparecimento de cãimbras, pois ajuda no relaxamento muscular.
Colina - reguladora da memória e atenção do bebê.

Os probióticos também são grandes aliados dos primeiros mil dias de vida, pois quando administrados na gravidez reduzem as chances de diabetes gestacional e obesidade tanto para a mãe quanto para o bebê, além de reduzirem as chances de quadros alérgicos respiratórios como rinites e otites.

A Nutrição Funcional com seu caráter de ser uma nutrição individualizada contribui para a elaboração de um plano alimentar completo para a gestante e para o bebê atuando ativamente na programação metabólica do bebê e na saúde da mãe.

Sendo assim, o conceito de programação metabólica é uma grande oportunidade que toda mãe tem para assegurar o potencial de saúde que ela pode dar aos seus filhos, e esse não seria o melhor presente que poderíamos dar a eles?

Com carinho...

Betânia Dornelas
Nutricionista Funcional Materno-Infantil da Clínica Petit






0 comentários:

Postar um comentário

 

instagram @clinicapetit

Clínica Petit | Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Onze Web.